O OPAC – Observatório Português das Atividades Culturais é uma estrutura constituída em dezembro de 2018 no Iscte-Instituto Universitário de Lisboa no quadro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte) que é a instituição responsável pelo seu funcionamento e coordenação científica. Tem como missão o estudo, produção e disponibilização pública de informação rigorosa e atualizada nos diversos domínios culturais visando desta forma contribuir para os debates atuais na sociedade portuguesa e para a formulação, acompanhamento e avaliação das políticas públicas.

 

 

Diretor: José Soares Neves (Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, CIES-Iscte) 

Destaques

Destaques

À Roda do Património Cultural 2.0 - Quiz

Atividade inserida na Noite Europeia dos Investigadores 2020

27 novembro 2020 | 15h00 - 22h00 | noitedosinvestigadores.org
 

O OPAC irá participar na Noite Europeia dos Investigadores 2020 com duas atividades: 

 

→ das 15h00 às 22h00 estará disponível no site da NEI, CIES e respetivas redes sociais um quiz interativo sobre o património cultural, a sua preservação e valorização.

 

→ Às 20h00 será transmitido um vídeo sobre o OPAC e a Preservação do Património Cultural com uma sessão de Q&A em direto que irá contar com a presença da investigadora Sofia Costa Macedo.

 

Equipa: José Soares Neves, Sofia Costa Macedo e Maria João Lima

Grupo de Projeto Museus no Futuro: Relatório Final

O Grupo de Projeto Museus no Futuro, coordenado por Clara Frayão Camacho, e em que uma equipa do OPAC colaborou, desenvolveu ao longo de um ano um trabalho de análise, diagnóstico e elaboração de propostas. 

Com incidência nos Museus, Palácios e Monumentos dependentes da Direção-Geral do Património Cultural e das Direções Regionais de Cultura, o projeto visava a apresentação de recomendações e de propostas que pudessem ser vertidas em medidas de política pública para estas entidades museológicas e patrimoniais, tanto no curto prazo como no horizonte temporal dos próximos 10 anos.

Aceda ao texto que acompanha a divulgação do Relatório Final

Aceda ao Sumário Executivo 

Aceda ao Relatório Final

Está em curso no OPAC o Inquérito aos Profissionais Independentes das Artes e da Cultura. Dirige-se a todos os profissionais independentes – que não têm um contrato de emprego a tempo completo com um único empregador – com atividade em Portugal (incluindo Açores e Madeira) de todas as áreas (artes do espetáculo, artes visuais, património, bibliotecas, arquivos, etc.) e de todas as atividades/funções (criação, interpretação, produção, comércio, distribuição, mediação, conservação, etc.), autores, artistas e técnicos. 

 

São três os objetivos: levantamento e caracterização dos profissionais independentes do sector; conhecimento dos impactos da crise pela pandemia Covid-19; e recolha de propostas para o sector.

 

O questionário on-line encerrou no dia 6 de novembro

Este Inquérito insere-se no Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal que decorre de um acordo de parceria institucional entre a Direção-Geral das Artes (DGARTES) e o  Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, através do OPAC.

Para mais informações clique

Novo indicador sobre teatro em Portugal.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) recolhe e publica desde 1950 informação sobre teatro em Portugal. Neste texto toma-se como referência a série temporal 1950 a 2018. Esta série histórica permite uma aproximação à evolução anual da oferta (sessões), da procura (espectadores) e das receitas da atividade teatral no país num período longo.

Estudo 'Práticas de Leitura dos Estudantes dos Ensinos Básico e Secundário'

O estudo Práticas de Leitura dos Estudantes dos Ensinos Básico e Secundário resultou de uma parceria entre o Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL2027) e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte), sob

coordenação científica de João Trocado da Mata e José Soares Neves, com colaboração de Miguel Ângelo Lopes e Patrícia Ávila, e consultoria de Isabel Alçada. 

Teve, ainda, o apoio da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o patrocínio da McDonald’s.

Os primeiros resultados foram apresentados dia 30 de setembro de 2020 numa sessão que se encontra disponível no canal Youtube do Iscte.

O estudo Da Salvaguarda à Valorização: Os Monumentos Nacionais de Portugal e a Abertura ao Público  incide sobre os bens de património cultural imóvel classificados como monumentos, com a categoria de proteção de Monumento Nacional, abertos ao público, e apurou inicialmente dados de 2017 e 2018.
Publicam-se agora os resultados do inquérito com os dados de 2019.

Para aceder ao estudo clique

Este estudo trata do impacto da pandemia da COVID-19 nos Monumentos Nacionais de Portugal em dois planos: a situação decorrente do encerramento ao público na sequência da declaração de Estado de Emergência; e as expetativas e as medidas após a reabertura ao público.

O estudo tem por base as respostas de responsáveis e técnicos de 152 Monumentos Nacionais recolhidas entre 17 de abril e 19 de maio.

Para aceder ao estudo clique

O OPAC – Observatório Português das Atividades Culturais lançou em 2019 o estudo inédito DA SALVAGUARDA À VALORIZAÇÃO: OS MONUMENTOS NACIONAIS DE PORTUGAL E A ABERTURA AO PÚBLICO com dados referenciados a 2017 e 2018.

No estudo participaram 173 Monumentos Nacionais visitáveis.

Novo indicador sobre a participação cultural em Portugal.

A participação cultural nos países da União Europeia (UE) pode ser aferida através do Adult Survey Education (AES) – cuja designação em português é Inquérito à Educação e Formação de Adultos (IEFA) –, de 2007, 2011 e de 2016. O IEFA contempla um módulo com questões sobre atividades culturais, como assistir a espetáculos ao vivo – entendidos como peças de teatro, concertos de música, bailado ou dança –, a que aqui nos dedicamos. O objetivo deste texto é dar nota da evolução desta prática em Portugal.

Atualização do indicador sobre o emprego cultural em Portugal.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) produz e divulga estatísticas do emprego cultural a partir da informação do Inquérito ao Emprego (IE). A presente atualização do indicador tem alterações significativas face à versão anterior, desde logo no primeiro ano da série que é agora 2011 e não 2008.

Notícias

Entrevista a José Soares Neves - Diretor do Observatório Português da Atividades Culturais (OPAC)

No âmbito da rubrica “Um Olhar Sociológico Sobre a Crise COVID-19” o Observatório das Desigualdades convidou o diretor do OPAC - José Soares Neves - a refletir sobre os impactos desta crise na cultura. 

Estudo de Públicos de Museus Nacionais

 Museu Nacional do Teatro e da Dança

 Museu Nacional do Traje

A apresentação dos resultados do Estudo de Públicos de Museus Nacionais sobre Museu Nacional do Teatro e da Dança (MNTD) e o Museu Nacional do Traje (MNT) teve lugar no dia 6 de dezembro, no Museu Nacional do Traje.

Para aceder ao estudo do MNTD e MNT, bem como aos dos outros museus que já foram publicados, clique 

assinatura_logo_1.jpg
FCT.png

site design by OPAC | logotipo design by Sofia Rocha