O OPAC – Observatório Português das Atividades Culturais é uma estrutura constituída em dezembro de 2018 no Iscte-Instituto Universitário de Lisboa no quadro do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte) que é a instituição responsável pelo seu funcionamento e coordenação científica. Tem como missão o estudo, produção e disponibilização pública de informação rigorosa e atualizada nos diversos domínios culturais visando desta forma contribuir para os debates atuais na sociedade portuguesa e para a formulação, acompanhamento e avaliação das políticas públicas.

 

 

Diretor: José Soares Neves (Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, CIES-Iscte) 

Destaques

Destaques

Definição do Plano Regional de Cultura do Alentejo para 2020-2030: Estudo preliminar de diagnóstico

Novo projeto OPAC 

O objeto da presente parceria com a Direção Regional de Cultura do Alentejo, através do OPAC, é a realização de um estudo preliminar de diagnóstico tendo em vista informar a posterior definição do Plano Regional de Cultura do Alentejo para 2020-2030.

  • Mais informações aqui

Cultural Heritage Valorisation and the public access to National Monuments

NOVA PUBLICAÇÃO “Cultural Heritage Valorisation and the public access to National Monuments” de José Soares Neves, Sofia Costa Macedo e Jorge Santos editado em "HERITAGE 2020 - 7th International Conference on Heritage and Sustainable Conference". 

Esta nova publicação resulta do estudo “Da Salvaguarda à Valorização: Os Monumentos Nacionais de Portugal e a Abertura ao Público“ desenvolvido pelo OPAC.

  • Aceda à nova publicação aqui

  • Aceda aos outros produtos deste estudo aqui

À Roda do Património Cultural 2.0 - Quiz

Atividade inserida na Noite Europeia dos Investigadores 2020

27 novembro 2020 | 15h00 - 22h00 | noitedosinvestigadores.org
 

O OPAC irá participar na Noite Europeia dos Investigadores 2020 com duas atividades: 

 

→ das 15h00 às 22h00 estará disponível no site da NEI, CIES e respetivas redes sociais um quiz interativo sobre o património cultural, a sua preservação e valorização.

 

→ Às 20h00 será transmitido um vídeo sobre o OPAC e a Preservação do Património Cultural com uma sessão de Q&A em direto que irá contar com a presença da investigadora Sofia Costa Macedo.

 

Equipa: José Soares Neves, Sofia Costa Macedo e Maria João Lima

Grupo de Projeto Museus no Futuro: Relatório Final

O Grupo de Projeto Museus no Futuro, coordenado por Clara Frayão Camacho, e em que colaboraram, pelo OPAC,  José Soares Neves, Jorge Santos e Maria João Lima, desenvolveu ao longo de um ano um trabalho de análise, diagnóstico e elaboração de propostas. 

Com incidência nos Museus, Palácios e Monumentos dependentes da Direção-Geral do Património Cultural e das Direções Regionais de Cultura, o projeto visava a apresentação de recomendações e de propostas que pudessem ser vertidas em medidas de política pública para estas entidades museológicas e patrimoniais, tanto no curto prazo como no horizonte temporal dos próximos 10 anos.

Aceda ao texto que acompanha a divulgação do Relatório Final

Aceda ao Sumário Executivo 

Aceda ao Relatório Final

Está em curso no OPAC o Inquérito aos Profissionais Independentes das Artes e da Cultura. Dirige-se a todos os profissionais independentes – que não têm um contrato de emprego a tempo completo com um único empregador – com atividade em Portugal (incluindo Açores e Madeira) de todas as áreas (artes do espetáculo, artes visuais, património, bibliotecas, arquivos, etc.) e de todas as atividades/funções (criação, interpretação, produção, comércio, distribuição, mediação, conservação, etc.), autores, artistas e técnicos. 

 

São três os objetivos: levantamento e caracterização dos profissionais independentes do sector; conhecimento dos impactos da crise pela pandemia Covid-19; e recolha de propostas para o sector.

 

O questionário on-line encerrou no dia 6 de novembro

Este Inquérito insere-se no Estudo Sector Artístico e Cultural em Portugal que decorre de um acordo de parceria institucional entre a Direção-Geral das Artes (DGARTES) e o  Iscte-Instituto Universitário de Lisboa, através do OPAC.

Para mais informações clique

Novo indicador sobre teatro em Portugal.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) recolhe e publica desde 1950 informação sobre teatro em Portugal. Neste texto toma-se como referência a série temporal 1950 a 2018. Esta série histórica permite uma aproximação à evolução anual da oferta (sessões), da procura (espectadores) e das receitas da atividade teatral no país num período longo.

Estudo 'Práticas de Leitura dos Estudantes dos Ensinos Básico e Secundário'

O estudo Práticas de Leitura dos Estudantes dos Ensinos Básico e Secundário resultou de uma parceria entre o Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL2027) e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte), sob

coordenação científica de João Trocado da Mata e José Soares Neves, com colaboração de Miguel Ângelo Lopes e Patrícia Ávila, e consultoria de Isabel Alçada. 

Teve, ainda, o apoio da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e o patrocínio da McDonald’s.

Os primeiros resultados foram apresentados dia 30 de setembro de 2020 numa sessão que se encontra disponível no canal Youtube do Iscte.

O estudo Da Salvaguarda à Valorização: Os Monumentos Nacionais de Portugal e a Abertura ao Público  incide sobre os bens de património cultural imóvel classificados como monumentos, com a categoria de proteção de Monumento Nacional, abertos ao público, e apurou inicialmente dados de 2017 e 2018.
Publicam-se agora os resultados do inquérito com os dados de 2019.

Para aceder ao estudo clique

Este estudo trata do impacto da pandemia da COVID-19 nos Monumentos Nacionais de Portugal em dois planos: a situação decorrente do encerramento ao público na sequência da declaração de Estado de Emergência; e as expetativas e as medidas após a reabertura ao público.

O estudo tem por base as respostas de responsáveis e técnicos de 152 Monumentos Nacionais recolhidas entre 17 de abril e 19 de maio.

Para aceder ao estudo clique

O OPAC – Observatório Português das Atividades Culturais lançou em 2019 o estudo inédito DA SALVAGUARDA À VALORIZAÇÃO: OS MONUMENTOS NACIONAIS DE PORTUGAL E A ABERTURA AO PÚBLICO com dados referenciados a 2017 e 2018.

No estudo participaram 173 Monumentos Nacionais visitáveis.

Novo indicador sobre a participação cultural em Portugal.

A participação cultural nos países da União Europeia (UE) pode ser aferida através do Adult Survey Education (AES) – cuja designação em português é Inquérito à Educação e Formação de Adultos (IEFA) –, de 2007, 2011 e de 2016. O IEFA contempla um módulo com questões sobre atividades culturais, como assistir a espetáculos ao vivo – entendidos como peças de teatro, concertos de música, bailado ou dança –, a que aqui nos dedicamos. O objetivo deste texto é dar nota da evolução desta prática em Portugal.

Atualização do indicador sobre o emprego cultural em Portugal.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) produz e divulga estatísticas do emprego cultural a partir da informação do Inquérito ao Emprego (IE). A presente atualização do indicador tem alterações significativas face à versão anterior, desde logo no primeiro ano da série que é agora 2011 e não 2008.

Notícias

Entrevista a José Soares Neves - Diretor do Observatório Português da Atividades Culturais (OPAC)

No âmbito da rubrica “Um Olhar Sociológico Sobre a Crise COVID-19” o Observatório das Desigualdades convidou o diretor do OPAC - José Soares Neves - a refletir sobre os impactos desta crise na cultura. 

Estudo de Públicos de Museus Nacionais

 Museu Nacional do Teatro e da Dança

 Museu Nacional do Traje

A apresentação dos resultados do Estudo de Públicos de Museus Nacionais sobre Museu Nacional do Teatro e da Dança (MNTD) e o Museu Nacional do Traje (MNT) teve lugar no dia 6 de dezembro, no Museu Nacional do Traje.

Para aceder ao estudo do MNTD e MNT, bem como aos dos outros museus que já foram publicados, clique 

assinatura_logo_1.jpg
FCT.png

site design by OPAC | logotipo design by Sofia Rocha