top of page

2022

O património imóvel avesso à estatística? Os Monumentos Nacionais e o acesso público

Artigo de Jorge Santos, Sofia Costa Macedo, José Soares Neves e Ana Paula Miranda publicado na revista SOCIOLOGIA ON LINE, n.º 30, dezembro 2022, pp. 30-58.  DOI: 10.30553/sociologiaonline.2022.30.2

 

Discute-se neste artigo a questão da utilização das estatísticas oficiais nacionais para aferição do acesso público ao património cultural imóvel em Portugal. A metodologia é quantitativa, com recurso ao inquérito por questionário, cujo preenchimento foi solicitado aos responsáveis dos Monumentos Nacionais (MN), e que incidiu nas seguintes dimensões: acesso, visitantes, valências, pessoal afeto e atividades. O trabalho de campo decorreu em 2019 e 2020 e permitiu recolher dados para o período entre 2017 e 2019. A base empírica é constituída por MN visitáveis (n=172 em 2019 e n=166 em 2020).  Os resultados obtidos são apresentados em dois planos: a caracterização dos MN inquiridos e o volume e evolução dos visitantes.

Ao contrário do que a ausência prolongada de estatísticas nacionais sobre o património cultural imóvel deixaria supor, não se trata de um domínio avesso à sua medição. Se isso pode ser assim para o conjunto do património classificado, muito heterogéneo de vários pontos de vista, demonstra-se que uma parte relevante, constituída pelos Monumentos Nacionais visitáveis, pode, e deve ser objeto de inquérito regular tal como acontece com outros equipamentos e atividades culturais.

 

Aceda ao artigo aqui

Atlas Artístico e Cultural de Portugal

 

Apresentação do estudo Atlas Artístico e Cultural de Portugal na 2ª Conferência da RTCP, no Centro Cultural Gil Vicente, Sardoal, a 5 de dezembro de 2022, por José Soares Neves, diretor do OPAC e coordenador científico do estudo (disponível a partir do minuto 52:28).

Esta apresentação focou as artes do espetáculo e as redes nacionais de equipamentos.

Para além de José Soares Neves a equipa integra Sofia Costa Macedo, Jorge Santos, Maria João Lima e Joice Alexandre.

Cultura no Pós Alentejo-2020

Sessão de apresentação do estudo elaborado pelo OPAC para a Direção Regional de Cultura do Alentejo.

4 de julho de 2022, 14h30, no auditório da CCDR Alentejo, Évora.

  • Aceda ao estudo aqui

Convite_PósAlentejo
bottom of page